Piloto de locução: O que fazer e como produzir - Radio Atlântico Cabo Verde

Radio Atlântico Cabo Verde

O som que nos une!

loading...

Piloto de locução: O que fazer e como produzir

Partilhar artigo
O grande problema de novos profissionais, que começam a buscar oportunidades no mercado é sem dúvida seu material de apresentação, ou portfolio, ou também conhecido como "Piloto".

Os que fazem cursos, recebem no final o material gravado, para poder apresentar nas emissoras. Outros tantos produzem com amigos, em casa, ou em estúdios especializados. Quem já trabalha numa rádio, por menor que seja, pode retirar de sua locução "No ar", o material para produzir esse piloto. Alguns que nem são radialistas, não se formaram, ou nem trabalharam pelo menos no meio, tem seus "Pilotos", naquele esquema de que "qualquer um pode ser locutor", entende?

Mas o que sempre vi é que, na grande maioria das vezes, o resultado não é bom: muitas vinhetas, músicas com trechos grandes, efeitos, locução confusa, atrapalhada, muitos com a voz modificada por softwares, equipamentos e muito longos. E o resultado vira uma "salada" de amostras, que acabam prejudicando esse profissional ao invés de ajudá-lo ou apenas mostrar seu trabalho.

O desespero é tão grande para conseguir a vaga nesse concorrido mercado, que vemos locuções extremamente prolixas e forçadas, que em muitos casos ficam exagerando tanto em elogiar a emissora que irá receber o piloto, que se esquecem da pronúncia, do bom português, da dicção e do inglês. Existe uma fórmula mágica? Não, pois tudo depende do que a direção da rádio busca ou quer de um profissional, se conseguem sentir potencial, se terá futuro, podendo ser lapidado e desenvolvido. 

Por isso é preciso ter um material objetivo, bem feito, sem exageros, que atraia a pessoa que decide, a contratá-lo.

Talvez por isso tudo e algo mais, você não esteja conseguindo um espaço numa rádio. O Piloto é a sua apresentação principal, amostra do que você poderá fazer, por isso tem que ser no mínimo muito bom. Pequenos ou grandes erros no formato desse Piloto podem estar te prejudicando.

Então vamos passar o que é possível fazer para produzir um bom material. Tenha em mente que o que irei lhe passar vem dentro de minha experiência como Diretor de rádio, do que eu esperava ouvir quando recebia materiais e o que a maioria dos diretores espera.

O que é bom para um pode ser excelente para outro diretor, claro, pela voz, estilo, ritmo, etc., mas numa média geral, a estrutura e o formato tem que ter um padrão, o que é muito importante.

Em primeiro lugar faça um texto, produza o conteúdo, escrevendo o que irá falar. Abertura, anúncio, músicas, notícia, spots, chamadas. Tenha todos os textos prontos e de acordo com seu estilo de locução.

Tudo tem que ser em cima do estilo da rádio, não dá para produzir um piloto de rádio jovem para adulto, de popular para notícias. Faça o material de acordo com as rádios que pretende enviar.

Não misture tudo num mesmo piloto, cada piloto para cada estilo.

Treine bem antes a sua dicção e interpretação, o piloto tem que ser natural, sem exageros.

Não utilize mil vinhetas, nem trechos longos de músicas, não carregue seu piloto com muita coisa, afinal ele serve para demonstrar sua voz.

Faça algo curto, entre 1 minuto e meio a 2 minutos, sem estender muito esse tempo. 


Espero que tenha sido útil e que consiga produzir um material bacana para emplacar em alguma rádio neste ano que está só começando.

Um grande abraço!

Sem comentários:

Enviar um comentário

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste site e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.