Homem com 24 mulheres e 145 filhos condenado a seis meses de prisão - Radio Atlântico Cabo Verde

Radio Atlântico Cabo Verde

O som que nos une!

loading...

Homem com 24 mulheres e 145 filhos condenado a seis meses de prisão

Partilhar artigo



Winston Blackmore, de 61 anos, foi condenado, esta quarta-feira, a seis meses de prisão domiciliária e 12 meses de liberdade condicional por poligamia. O canadiano deve ainda completar 150 horas de serviço comunitário.

Blackmore era bispo da comunidade isolada de Bountiful, no Canadá, e foi acusado de ter várias esposas. De facto, desde 1975, o canadiano casou-se com 24 mulheres.

Dez das esposas tinham 17 anos na altura do casamento, três tinham 16 anos e uma tinha 15 anos de idade. No total, Blackmore tem 145 filhos.

De acordo com o jornal canadiano "Global News", a polícia começou a investigar o caso nos anos 90 e houve várias tentativas fracassadas de deter Blackmore, devido às leis relativas à poligamia, que eram muito vagas. Em 2011, a prática foi totalmente proibida.

Um outro bispo da mesma comunidade, James Oler, casado com cinco mulheres, também foi condenado a três meses de prisão domiciliária com 12 meses de liberdade condicional e deve completar 75 horas de serviço comunitário.

A juíza Sheri Ann Donegan disse que foi necessário arranjar um "equilíbrio delicado" nas sentenças de Blackmore e Oler, considerando que ambos são muito trabalhadores, mas também que nenhum dos dois mostrou remorso pelos múltiplos casamentos.

Na história do Canadá, existem apenas duas outras condenações por poligamia, que ocorreram em 1899 e 1906. A sentença máxima para a poligamia é de cinco anos de prisão.

Fonte : Jornal de Notícias

Sem comentários:

Enviar um comentário

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste site e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.