Atenção, os cães podem transmitir esta doença aos humanos - Radio Atlântico Cabo Verde

Radio Atlântico Cabo Verde

O som que nos une!

loading...

Atenção, os cães podem transmitir esta doença aos humanos

Partilhar artigo
Um novo estudo publicado no periódico científico Emerging Infectious Diseases, alerta os donos de cães para que lidem com os seus animais com precaução, devido à incidência do vírus de brucelose canina.

O aviso dá-se após a comunidade veterinária ter descoberto uma nova estirpe da bactéria, que para além de infetar os cães pode também alastrar para os seres humanos contaminando-os. Apesar, dessa bactéria ser mais frequentemente transmitida a partir de gado, uma nova pesquisa norte-americana apurou que os cães não castrados podem igualmente contaminar os humanos.

Mais ainda, os especialistas alertam que mesmo que o seu cão esteja infetado, essa infeção pode não ser imediatamente detetada.

De acordo com a Associação Norte-Americana Nacional e Estatal de Saúde Pública Veterinária, o vírus é transmitido de cão para cão através do contacto com as mucosas.

Corrimentos vaginais, sémen e fluídos e tecidos associados ao nascimento e aborto contém as concentrações mais elevadas da bactéria, mas a urina, o sangue, leite, saliva e fezes também contém vestígios.

Os sintomas podem incluir: infertilidade, abortos espontâneos e o parto de nados-mortos.

Já os cães machos adultos, podem desenvolver atrofia testicular. E em alguns casos, o vírus pode afetar os rins, o cérebro e a espinha.

Felizmente os sintomas nos seres humanos não são tão severos. Assim que a bactéria é transmitida do cão para o individuo, este pode experienciar febre, fadiga, dores de cabeça e dores musculares.

Todavia, a brucelose pode afetar nocivamente mulheres grávidas, crianças, os cidadãos mais seniores, ou aqueles que por algum motivo já tem o seu sistema imunitário enfraquecido e comprometido.

Apesar de ainda ser fundamental a realização de mais pesquisas, os especialistas recomendam que permaneça alerta e ciente de todos os riscos, e atento ao surgimento de quaisquer possíveis sintomas. E aconselham a castração do animal, caso não pretenda fazer criação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste site e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.